CIRURGIA DE FEMINIZAÇÃO FACIAL

Mandíbula e mento

MANDÍBULA E MENTO

A feminização da mandíbula e do mento (queixo) é um procedimento muito importante para a harmonização da face. Dependendo do resultado que se procura a mudança pode ser radical ou sutil.

Mandíbula e mento de acordo com o gênero

A mandíbula possui um conjunto de características que influenciam na percepção do gênero facial. É mais fácil entender a mandíbula se for dividida em ângulo mandibular e corpo mandibular. O ângulo mandibular nos homens geralmente é quadrado e tem cantos bem definidos. O corpo mandibular geralmente possui maior volume ósseo. O resultado prático é que o terço inferior da face no homem é mais largo e mais aberto do que nas mulheres. Isto dá à mandíbula masculina uma maior altura vertical. Este é um fator muito importante no planejamento da remodelagem da mandíbula no Cirurgia de Feminização Facial.

O queixo masculino também tende a ser mais quadrado, com ângulos mais pronunciados e definidos tanto nas laterais quanto na transição entre o queixo e corpo da mandíbula, costuma ter maior volume ósseo e se estender mais no sentido vertical.

A posição do queixo não é necessariamente uma característica que define o gênero facial. Queixos posicionados para trás (retrognatismo) ou para frente (prognatismo) são encontrados tanto em homens quanto em mulheres. No entanto, um queixo bem posicionado, definido e projetado pode melhorar a estética geral do terço inferior da face.

A transição entre a mandíbula e o mento é outra  das áreas fundamentais a serem tratadas em alguns casos de feminização facial. Esta área geralmente correspondente ao ponto em que os nervos mentonianos surgem, portanto deve-se ter extremo cuidado quando se manipula esta região.

Técnica cirúrgica e abordagem

As técnicas de abordagem cirúrgica utilizadas pela equipe FACIALTEAM para a feminização da mandíbula e do mento sao através de pequenas incisões realizadas dentro da boca o que torna as cicatrizes invisíveis após a cirurgia. Os cirurgiões sempre utilizam lupas cirúrgicas que melhoram e aumentam a visão do campo cirúrgico. O material usado para as suturas é reabsorvível, isto significa que os pontos se dissolvem ao longo do tempo e não é necessário retirá-los. As osteotomias (cortes no osso) necessárias para a feminização da mandíbula e do queixo são feitas usando tecnologia de ultra-som de última geração, isto permite que os cirurgiões façam cortes no osso altamente precisos e sem danificar o tecido adjacente como nervos, vasos sanguíneos e músculos. Nenhuma das técnicas utilizadas para a feminização da mandíbula e do queixo afeta os dentes nem a oclusão.

Em alguns casos, especialmente em pacientes com mais idade, os tecidos moles podem demorar para se readaptar completamente as mudanças do osso. Nestes casos, pode ser necessário realizar um lifting na região. Este procedimento não deve ser feito ao mesmo tempo que a cirurgia da mandíbula e do mento. O paciente deve esperar alguns meses até o inchaço desaparecer completamente.

Video 3D

Feminização do queixo

Recontorno do mento

Felizmente, as características do queixo podem ser significativamente modificadas em vários aspectos como largura, altura e projeção. As mudanças variam dependendo das características anatômicas do paciente e do resultado desejado. O tipo de técnica utilizada também dependerá das características de cada paciente. Por exemplo, durante uma mentoplastia é possível seccionar o mento horizontalmente de frente para trás, separando o segmento. Separar os segmentos possibilita ao cirurgião modificar a altura, largura e obter a projeção ou retração desejada. O segmento é fixados no lugar desejado usando mini-placas  parafusos de titânio que sao imperceptíveis. As incisões são fechadas com pontos absorvíveis localizados dentro da boca.

Feminização da mandíbula

Recontorno da mandíbula

Realizar o recontorno da mandíbula permite diminuir o volume ósseo e consequentemente a largura da mandíbula. Também, quando necessário, é possível suavizar e diminuir a altura da mandíbula, usando técnicas de escultura óssea e osteotomias (cortes no osso extremamente precisos).

Para pacientes que precisam de um recontorno da mandíbula desde o ângulo até o mento, incluindo o corpo da mandíbula e a transição entre a mandíbula e o mento a FACIALTEAM desenvolveu uma técnica de abordagem tripla. Com esta técnica inovadora, toda a superfície da mandíbula e do mento pode ser abordada através de três pequenas incisões realizadas dentro da boca. Esta técnica, além de evitar grandes cicatrizes, protege os nervos mentonianos, que sao responsáveis ​​pela sensibilidade no maxilar e nos lábios. Também diminui o tempo de recuperação e possibilita o retorno à vida normal mais rapidamente.

Nos casos em que é difícil ter uma boa visão de partes específicas da mandíbula como a parte posterior do ângulo da mandíbula, os cirurgiões da FACIALTEAM usam técnicas endoscópicas para melhorar a visão e controlar os procedimentos cirúrgicos.


Bibliografia

Cirurgia de Feminização FacialSe tiver interesse em saber mais sobre as técnicas de recontorno da mandíbula e do mento, leia nosso capítulo sobre Cirurgia de Confirmação de Gênero Facial que faz parte do livro mais importante que existe até hoje sobre cuidados e saúde de pacientes transgênero: Facial Feminization Surgery: A Global Approach

By Luis Capitán and Daniel Simón
In: Gender Affirmation: Medical and Surgical Perspectives
Editors: Salgado, Monstrey, Djordjevic
Thieme Medical Publisher, Inc.
November 2016

Back to top