MENTOPLASTIA

O formato do queixo  varia amplamente entre os homens e as mulheres, por isso este pode ser um elemento muito importante no reconhecimento do gênero.

Gênero do queixo

O queixo feminino tende a convergir em um ponto médio. O masculino tende a ter dois pontos logo abaixo dos dentes caninos e uma parte plana entre eles. A isso, soma-se o fato de que o queixo considerado masculino tem mais volume e uma forma mais quadrada. O das mulheres apresenta um contorno mais homogêneo que vai diminuindo progressivamente até alcançar a linha média.

O queixo masculino costuma ter mais altura vertical, de modo que sua longitude costuma ser maior desde o lábio inferior até sua base.

Feminização do queixo ( Mentoplastia)

As características do queixo podem ser modificadas em altura, largura e projeção. As modificações podem variar em função das características anatômicas do paciente e o resultado que pretendemos alcançar.

A mentoplastia em Feminização Facial, se realiza através de recontorno óseo acompanhado ou não de osteotomia ( corte do mento para desliza-lo na direção desejada). Com uma genioplastia de deslizamento, podemos seccionar o queixo da frente para trás, separando um segmento de osso em forma de ferradura. A partir daí e com a eliminação de diferentes segmentos, podemos modificar a altura e a largura. A disposição final do segmento mencionado permitirá obter a projeção ou o retrocesso desejado.  Às vezes, a lipoaspiração permite eliminar o excesso de gordura que pode estar presente por baixo do queixo, o que vai permitir obter uma maior definição da forma do queixo.

Procedimento

  • O procedimento é realizado sob anestesia geral.
  • Todas as incisões são feitas dentro da boca, por isso não deixa cicatrizes visíveis no exterior.
  • O mento é recontornado e esculpido com brocas especiais e em alguns casos também reposicionado com auxilio de serra e micro-parafusos de titanio.
  • A incisão é fechada com pontos de sutura reabsorvíveis.

Recuperação

  • Hospital: A maioria dos pacientes deve passar de uma a duas noites no hospital depois da cirurgia.
  • Mentoneira: Coloca-se uma faixa rodeando o queixo para diminuir a inflamação, prevenir o aparecimento de hematomas e favorecer a cicatrização. Será utilizada durante a primeira semana após a cirugia.
  • Alterações sensitivas: É possível o aparecimento de transtornos sensitivos temporais.
  • Trabalho e esporte: Pode-se voltar às suas atividades sociais 7-10 dias depois da cirurgia, se a inflamação for moderada. Deve-se esperar de 4 a 6 semanas para poder realizar exercício físico.
  • Cicatrizes: Não há cicatriz visível.

Complicações

  • Infecção: É possível, mas muito pouco freqüente.
  • Anestesia: Pode ocorrer anestesia definitva do labio inferior, no entanto é bastante raro.